Mutirão contra a dengue na Aparecida remove 79 focos com larvas de mosquitoDivulgação/Prefeitura de Santos

SANTOS - O 11º mutirão realizado pela Prefeitura de Santos contra o Aedes aegypti, nesta quarta-feira (5), eliminou 79 criadouros com larvas de mosquito em imóveis localizados no bairro Aparecida. Oitenta e cinco agentes de combate a endemias de toda a Cidade percorreram 2.308 imóveis, com exceção do Conjunto Habitacional Humberto de Alencar Castelo Branco (BNH).

As edificações que fazem parte desse conjunto passarão por vistoria nesta quinta (6) e sexta-feira (7), que será realizada apenas pelos agentes de combate a endemias responsáveis pelo bairro. A Aparecida registra sete casos de dengue neste ano.

Devido à Covid-19, as visitas são realizadas apenas nas áreas externas das casas e nas áreas comuns dos condomínios. Além disso, os profissionais usam máscara, luvas e álcool em gel 70%. Todos estão identificados com uniforme (colete verde) e crachá.

Balanços
O total de focos com larvas eliminados em todos os mutirões realizados pela Secretaria de Saúde em 2020 subiu para 596.

Em relação às doenças transmitidas pelo Aedes aegypti, Santos contabiliza 106 casos de dengue e 16 de chikungunya. Não há registro de zika neste ano. O último caso de febre amarela urbana no Brasil ocorreu na década de 1940.