Bancos de sangue da Baixada Santista esperam por doadores; procura diminuiReprodução
SAÚDE - Doar sangue é um ato de amor ao próximo. Em tempos de coronavírus, mais ainda. Só que isso não tem acontecido. Nos hemocentros de todo o Brasil, a queda foi de 40%. Na Baixada Santista, também houve diminuição.

"Houve uma queda abrupta de doadores e o hospital precisa que as pessoas se conscientizem para doar sangue. Nós tivemos uma queda de mais de 50% de nossos doadores e isso nos preocupa. Ainda estamos conseguindo, mas se continuar dessa forma aí vai preocupar mesmo porque a instituição atende oncologia e hemodiálise. E essas transfusões não param", explica Viviane Santos, coordenadora da unidade de coleta e doação do Hospital Santo Amaro, em Guarujá.

Viviane explica que o banco de sangue, em razão do coronavírus, está atendendo doadores de modo restritivo. "A cada 15 minutos, a gente libera um doador para entrar e atendemos a uma faixa de 30 doadores por dia, das 7 às 11 horas, com esse intervalo, para não haver aglomeração", explica. A idade é de 16 a 69 anos, tem que estar bem de saúde, ter tomado café leve pela manhã e não ter ingerido bebida alcoólica nem comida gordurosa na noite que antecede à doação, recomenda a coordenadora. "E vir aqui com coração aberto. Não dói e ajuda muitas pessoas", completa. O endereço é Rua Quinto Bertoldi, 40 - Vila Maia. O telefone é 3389-1515.

No Santo Amaro, o tipo sanguíneo mais necessário é o O, tanto positivo quanto o negativo. A situação é a mesma no Hemonúcleo de Santos, no Hospital Guilheme Álvaro. A quantidade de doadores diminuiu, mas o atendimento também tem sido restrito: são chamadas de duas em duas pessoas - os maiores de idade têm que vir sozinhos, sem acompanhantes, para evitar aglomerações - e a entrada com essa finalidade é diferenciada, pela Rua Oswaldo Cruz, 197, no bairro do Boqueirão. O local funciona das 8 às 12h30. O telefone é 3223-2860. Vale recordar que menores de idade (16 e 17 anos) devem vir acompanhados pelo responsável.

Já a Santa Casa de Santos informou que o Banco de Sangue da instituição está cumprindo as orientações do Ministério da Saúde em decorrência da pandemia do Covid19 está funcionando em horário estendido, porém com número reduzido de atendimentos.

O atendimento máximo é de seis doadores por hora, evitando assim a aglomeração de pessoas no local, nos seguintes períodos: de segunda a sexta-feira, das 7h às 16h, e aos sábados, das 7h às 11 horas. Para isso, é recomendável agendar a doação no telefone 3202-0600 ramal 1218.

Embora os estoques na Santa Casa ainda estejam dentro da normalidade, é necessário que as pessoas sigam comparecendo para que não haja falta, nestas condições de seis por hora.

No Hospital de Cubatão, o banco de sangue funciona de segunda a sexta-feira, das 7 às 13 horas, com agendamento prévio pelo telefone 3388-4887. O endereço é Avenida Henry Borden, s/nº.

Vale recordar que, de acordo com as novas orientações da Anvisa e do Ministério da Saúde, terão impedimentos a doação de sangue: pessoas que tenham se deslocado ou que sejam procedentes de regiões com casos confirmados de coronavírus (COVID-2019, Sars E Mers) por 30 dias; quem teve contato nos últimos 30 dias, com caso suspeito ou indivíduo diagnosticado com coronavírus e pessoas que foram infectados pelo vírus COVID-2019, Sars e Mers serão considerados inaptos por um período de 90 dias, após sua completa recuperação.