Metalúrgicos protestam em  frente à refinaria da Petrobras em CubatãoREPRODUÇÃO
Os sindicatos dos trabalhadores na construção civil, montagem e manutenção industrial (Sintracomos) e dos petroleiros (Sindipetro) protestam neste momento em frente à refinaria da Petrobras em Cubatão. O movimento, das 7 às 10 horas, envolverá os empregados diretos da refinaria Presidente Bernardes e os operários terceirizados de empreiteiras contratadas pela Petrobras.

O presidente do Sintracomos, Macaé Marcos Braz de Oliveira, revela que empreiteiras recém-chegadas à refinaria desrespeitam os direitos coletivos dos empregados garantidos em acordos. O sindicalista explica que os empregados diretos da estatal, por sua vez, além de salários e condições de trabalho, reclamam do sucateamento, fechamento de refinarias e privatização da empresa. “É uma paralisação de advertência”, previne Macaé. “Se continuar a exploração dos trabalhadores e a entrega desse enorme patrimônio nacional, partiremos para a greve”.