Bebê com problema de coração passa por cirurgia e se recupera em hospital do ABC


11 dias atrás
Por: Ted Sartori/#Santaportal - Em 15/01/2020 às 07:02
Bebê com problema de coração passa por cirurgia e se recupera em hospital do ABC Arquivo pessoal

SAÚDE - Lembram-se da Valentina, bebê cardiopata que estava internada na UTI Neonatal do Hospital Guilherme Alvaro desde que nasceu e que foi transferida para um hospital em São Bernardo? A menina passou por cirurgia cardíaca em 6 de janeiro e se recupera. O #Santaportal acompanha essa história desde o início de dezembro.

"Correu tudo bem na cirurgia. Não houve nenhuma intercorrência. Foram seis horas de trabalho com ela. Ela foi às 7 horas, mas até pegar a anestesia, tudo começou mais de 8 horas e foi até umas 14h30, quando me entregaram a Valentina", conta a mãe Liliane das Virgens Batista, que procurou a reportagem para contar mais um capítulo desta história. "No decorrer do tempo, ela também pegou uma infecção por bactéria. Por isso também demorou para fazer", emendou.

A intervenção consistiu na colocação de uma válvula de 11 centímetros no coração dela. Ainda não há data exata para a alta, segundo os médicos. "Também foi necessário abrir os ossinhos dela. Ela está reagindo e vão tirar da sedação aos poucos. Por enquanto, ela está entubada", conta a mãe.

Com quase dois meses - nasceu em 24 de novembro -, Valentina veio ao mundo de parto normal, após 38 semanas de gestação, com uma cardiopatia congênita, descoberta dois dias após o parto. A Sociedade Brasileira de Cardiologia informa que cardiopatia é qualquer anormalidade na estrutura da função do coração que surge nas primeiras oito semanas de gestação, quando se forma o coração do bebê.

"Só não estou lá durante todo o tempo, pois não tenho com quem deixar minhas outras duas filhas, uma de 10 e outra de 8 anos. Minha mãe trabalha e mora longe de mim, assim como minha irmã também está longe e meu irmão trabalha. Há um vizinho, mas não quero ocupá-lo, pois ele tem os serviços deles para fazer. Vou lá no hospital no sábado (18) e estou informada de tudo", conta Liliane.

Desde a internação no Hospital Guilherme Álvaro a expectativa era por conseguir uma vaga na Central de Regulação de Ofertas e Serviços de Saúde (Cross) para encontrar um serviço de referência em cirurgia cardíaca infantil. Antes de ir para São Bernardo do Campo, Liliane chegou a temer pela vida de Valentina, pois o estado de saúde da criança piorou em um determinado momento.

"Dinheiro não tenho. Estou desempregada, só recebo Bolsa Família e moro em uma casinha simples no Jardim Rio Branco, em São Vicente, com as duas meninas e a bebê, que em breve vai estar comigo. Não vejo a hora", detalha a mãe de Valentina.