Novo vídeo mostra que dois mísseis atingiram avião no IrãReprodução

MUNDO - Imagens exclusivas de uma câmera de segurança revelam que o avião ucraniano com 176 pessoas a bordo abatido por engano pelo Irã no último dia 8 de janeiro foi atingido por dois mísseis, disparados com um intervalo de 30 segundos, informou o jornal americano "The New York Times" nesta terça-feira.

De acordo com a publicação, os foguetes foram lançados de uma base iraniana a cerca de 12 quilômetros da aeronave. O jornal NYT afirmou ter atestado a veracidade das imagens que circulam nas redes sociais e em meios de comunicação. Clique aqui para ver o vídeo obtido pela publicação americana.

O novo vídeo também mostra por qual motivo o transponder da aeronave parou de funcionar antes de ser atingido pelo segundo míssil. O avião da Ukraine International Airlines levava 176 pessoas e foi abatido pelo sistema de defesa antiaérea do Irã, que o confundiu com um míssil americano. O governo iraniano admitiu o erro "desastroso" e prometeu punir os responsáveis. Todos a bordo morreram, incluindo 82 iranianos, 63 canadenses, 11 ucranianos, 10 suecos, quatro afegãos, três britânicos e três alemães.

Hoje, o Irã anunciou a prisão de "algumas pessoas" no inquérito sobre o abatimento do voo 752. A tragédia ocorreu em meio à escalada de tensão entre os Estados Unidos e Irã, que na mesma madrugada lançou mísseis contra duas bases militares dos EUA no Iraque, em resposta à morte do general Qassem Soleimani.