Ao carregar o celular, todo cuidado é pouco. Confira o que fazer para evitar problemas


12 dias atrás
Por: #Santaportal com informações de Patrícia Nunes, da Santa Cecília TV - Em 14/01/2020 às 06:29
Ao carregar o celular, todo cuidado é pouco. Confira o que fazer para evitar problemas Reprodução Santa Cecília TV

CELULARES - Toda noite a psicóloga Paula Caruso tem o hábito de colocar o celular para carregar na cabeceira da cama. Será que é correto? Quem responde é o engenheiro de computação Sérgio Schina.

"Há uma recomendação em que você deixe sempre a tela do celular para baixo porque você não deixa o contato da bateria diretamente com a superfície, você diminui um pouco o aquecimento. Mas isso não é uma especificação do fabricante, que simplesmente determina que você use o carregador original. É essencial sempre tomar o cuidado de nunca deixá-lo apoiado sobre uma superfície que possa propagar chamas. A cama, por exemplo, oferece um altíssimo risco para você deixar. Ou próximo a cortinas. O ideal é você sempre deixar sobre uma mesa de vidro ou uma pedra de granito, por exemplo", explica.

Somente em Santos - e nos últimos cinco dias - ocorreram dois incêndios em apartamentos por causa de celulares que estavam carregando. O primeiro foi no bairro da Pompeia, causado por um carregador de celular. Três apartamentos foram atingidos. O segundoa aconteceu em um edifício na Avenida Saldanha da Gama, na Ponta da Praia. O carregador de celular também teria explodido.

"O celular estava sobre a cama e isso teria causado o incéndio. Quando o morador chegou, ele presenciou o cabo, o celular e a tomada pegando fogo, mas já não conseguiram mais controlar", conta (fulano de tal), capitão do Corpo de Bombeiros, sobre o incêndio na Ponta da Praia.

Depois das orientações, Paula garante: vai mudar o hábito. "Vi que o ideal seria a gente deixar em uma superfície fria. Então o que eu pretendo fazer: tirar a capinha e deixã-lo carregando na pia do banheiro, que é de mármore e é uma superfície fria. E, como ele colocou, com a tela virada para baixo".