Modesto Roma Jr é expulso do quadro associativo do SantosPedro Ernesto Guerra Azevedo/Divulgação Santos FC
SANTOS FC - Presidente do Santos entre 2015 e 2017, Modesto Roma Júnior foi excluído do quadro associativo do clube. A decisão veio após maioria de votos, em reunião do Conselho Deliberativo realizada ontem à noite. Ele ainda pode decidir se aceitará ou recorrerá da decisão.

No mesmo encontro, também foi decidido que César Conforti, vice de Modesto no período, foi suspenso por um ano, enquanto Moacyr Roma, sobrinho do ex-mandatário, por seis meses.

As contas de 2017, que já haviam sido reprovadas, e a contratação da empresa Quantum para intermediar o recebimento dos 5% do valor total da transferência de Neymar para o Paris Saint-Germain foram os motivos mencionados no parecer do processo da Comissão de Inquérito e Sindicância do clube.

Essa porcentagem era garantida em função do Mecanismo de Solidariedade da Fifa e sem que fossem necessários intermediários. Daí vem a polêmica. A empresa, no entanto, foi contratada porque se entendeu à época que a vinda dessa quantia não era absolutamente certa. Só que o Santos, já com José Carlos Peres na cadeira de mandatário, não fez os pagamentos porque não entendia como benéficos ao clube e a Quantum acionou o Peixe na Justiça.