Arrasador, Santos bate Palmeiras na Vila e assume vice-liderança do Brasileirão


11 dias atrás
Por: Rodrigo Martins/#Santaportal - Em 10/10/2019 às 00:08
Arrasador, Santos bate Palmeiras na Vila e assume vice-liderança do Brasileirão Ivan Storti/Divulgação Santos FC

BRASILEIRÃO - Com uma exibição de gala, especialmente no primeiro tempo, o Santos derrotou o Palmeiras por 2 a 0 na noite desta quarta-feira, na Vila Belmiro, e assumiu a vice-liderança do Campeonato Brasileiro. Os gols da vitória santista foram marcados por Gustavo Henrique e Marinho.

A vitória no clássico levou o Peixe aos mesmos 47 pontos do Verdão, mas o time de Jorge Sampaoli leva vantagem nos critérios de desempate: os alvinegros têm 14 vitórias contra 13 dos alviverdes. Além disso, as duas equipes estão a cinco pontos do líder Flamengo, que recebe o Atlético-MG nesta quinta-feira, no Maracanã.

Na próxima rodada, o Palmeiras enfrenta o Botafogo no sábado, às 21h, no Pacaembu. No domingo, às 16h, o Santos visita o Internacional-RS no Estádio Beira-Rio.

O jogo
Precisando da vitória para ultrapassar o rival na tabela, o Santos foi avassalador no primeiro tempo. Jean Mota, em cobrança de falta, e Eduardo Sasha, após um belo chapéu no zagueiro adversário, estiveram perto do gol. No entanto, o Peixe continuou no ataque e abriu o placar aos 12 minutos. Gustavo Henrique aproveitou cobrança de falta de Sánchez e, de cabeça, estufou as redes: 1 a 0.

O Palmeiras tentou responder com Willian, mas sem levar perigo ao goleiro Everson.

Enquanto o Verdão tentava se acertar em campo, os santistas partiam para o ataque. Aos 17, os donos da casa chegaram ao segundo gol. Pará deu para Diego Pituca, que chutou. Jailson defendeu parcialmente, mas largou a bola nos pés de Marinho, que aproveitou o rebote para fazer 2 a 0. O gol só foi validado depois da consulta do VAR, pois a arbitragem de campo havia assinalado de maneira equivocada impedimento.

A superioridade do Santos poderia ter sido traduzida em mais gols, porém o jogo foi para o intervalo sem que as redes voltassem a balançar.

No segundo tempo, o Peixe apenas administrou o resultado e explorou o nervosismo do Palmeiras, que ainda perdeu Willian expulso após falta dura em Diego Pituca, que foi revisada pelo VAR.

O Santos ainda poderia ter ampliado nos minutos finais em uma cobrança de falta de Sánchez, mas Jaílson fez uma grande defesa e evitou que o placar fosse mais elástico.

Com o resultado garantido, o time da casa tocou a bola de um lado para o outro e, aos gritos de “olé” da torcida presente na Vila Belmiro, saiu de campo com uma importante vitória para voltar a sonhar com o título do Brasileirão.