Repasses de dinheiro do PCC ao ex-jogador Cafu são investigados pela polícia


14 dias atrás
Por: #Santaportal - Em 07/10/2019 às 17:12
Repasses de dinheiro do PCC ao ex-jogador Cafu são investigados pela polícia Divulgação

INVESTIGAÇÃO - A Polícia Civil identificou registros de depósitos em dinheiro feitos pelo Primeiro Comando da Capital (PCC) para o ex-jogador Cafu, capitão do pentacampeonato mundial da Seleção Brasileira, em 2002. A informação é da Revista Veja.

O relatório não aponta o valor total dos repasses, porém os investigadores suspeitam que a organização criminosa teria comprado um terreno ou um imóvel que pertencia a Cafu em Alphaville, em Barueri, na região da grande São Paulo.

A polícia chegou até o nome do ex-jogador através de repasses que estavam listados em um celular apreendido com Décio Gouveia Luiz, o Décio Português, no dia 14 de agosto. Décio Português é próximo de Marcola e virou uma das principais lideranças do PCC depois da prisão do líder da facção.

Em entrevista para a Veja, Cafu negou irregularidades. “Não procede (essa história de) venda de imóvel, casa ou terreno. Nada disso procede, até porque eu não tenho nem terreno em Alphaville”, disse o capitão do penta.