Encontro de Criadores acontece amanhã e domingo no Centro Histórico de Santos


115 dias atrás
Por: #Santaportal - Em 12/08/2019 às 18:00
Encontro de Criadores acontece amanhã e domingo no Centro Histórico de Santos Divulgação

EVENTO - Uma plataforma multicultural democrática que reúne arte, música, gastronomia, moda e comportamento. Assim é o Encontro de Criadores, maior festival de criatividade do litoral paulista, que chega a sua 9ª edição com o tema: Calor do Futuro.

O evento será realizado em dois dias (sábado, 17, e domingo, 18), nos Arcos do Valongo, no Centro Histórico de Santos, com várias atividades que estimulam a criatividade e prometem agradar pessoas de todas as idades, como shows, feira de criatividade, exposição artística, espaço gastronômico, e muito mais. A entrada é gratuita, mas os organizadores sugerem que seja feita inscrição prévia pelo link: https://www.sympla.com.br/encontro-de-criadores-9---calor-do-futuro__594021

Para comemorar o quarto ano do projeto, esta edição será quatro vezes maior e quatro vezes mais criativa. O crescimento só foi possível graças ao importante reforço do Estúdio Iande, coordenado por dois profissionais com ampla experiência em produção cultural: o design Rafael Forte e a arquiteta e urbanista Marília Jordão, que se juntaram ao idealizador do Encontro de Criadores, Heitor Cabral. A estimativa dos organizadores é atrair cerca de 15 mil pessoas, nos dois dias de evento.

“Em sua 9ª edição, o Encontro de Criadores esquenta as ideias e lança seu pensamento ao futuro. Em um presente onde as pessoas, sociedade e empresas se entendem como responsáveis pelo destino da civilização, todos procuram um propósito, nascem novos questionamentos, formas de troca, organizações e, maneiras de se relacionar, trazemos possibilidades e visões sobre esse admirável mundo com uma curadoria focada em expressões, ideias que apontam para um futuro mais coletivo e responsável. Quente como a música e fluido como as ideias, lubrificamos a máquina que nos impulsiona, o social”, explica Heitor Cabral.

Música
O palco, onde acontecem os shows, é uma das mais importantes e pulsantes áreas dentro da plataforma, pois possibilita que artistas independentes apresentem seus trabalhos e interajam com um público em constante transformação. “A música une, conecta e movimenta ideias, pessoas e sentimentos”, enfatiza o idealizador do evento.

Ao todo, serão 13 apresentações musicais, entre shows de cantores e bandas, intervenções artísticas e DJs, nos dois dias, com destaques para a cantora e compositora Céu e a banda santista de rock Zimbra, além de intervenções artísticas e oficinas durante os dois dias.

Trocando ideias
O Trocando Ideias também está de volta nesta edição, como um espaço para troca de saberes e fazeres, com debates sobre temas importantes como Design Além do Gráfico; Music Branding; Diversidade no empreendedorismo Criativo e Cidades ou pessoas criativas.

Gastronomia
Democratizar o acesso à alta gastronomia é um dos intuitos do Encontro de Criadores. Pensando nisso, os organizadores programaram uma grande novidade para esta edição: o Line Up Gastronômico, que trará no menu pratos elaborados por dois grandes chefs da cidade, especialmente convidados, com formatos mais acessíveis, para o público apreciar.

Estarão no comando do Line Up Gastronômico o chef Eduardo Lascane, do ELO Gastronomia, e a chef Maísa Campos, da Casa 147.

Além disso, restaurantes locais, food trucks, food bikes e um monte de novidades prometem agitar a 9ª edição do evento e agradar em cheio os mais diversos paladares. O público poderá encontrar na praça gastronômica sorvete artesanal tailandês, drinks exclusivos do evento, comida de rua, queijos especiais, pizza, hambúrguer artesanal, culinária japonesa, comida vegetariana e vegana, crepes, além das tradicionais delícias brasileiras: coxinha, brigadeiro, entre outras.

Feira Criativa
Mais de 45 expositores divididos em diversos segmentos da economia criativa, como moda, design, decoração, acessórios, produtos naturais, entre outros irão expor na Feira Criativa. Todos os trabalhos passam por curadoria e tem foco no processo criativo na construção dos produtos e serviços.

“Nossa curadoria é realizada coletivamente a "seis mãos", de três cabeças pensantes, que também são os produtores que desenvolvem o projeto cultural. Neste processo, analisamos diferentes aspectos, como o impacto social e ambiental do projeto, envolvimento do empreendedor (a) no processo criativo ou de manufatura e se a marca ou o projeto tem um posicionamento alinhado as nossas diretrizes. Além desta análise inicial, ainda ponderamos a quantidade de expositor por segmento e variedade de linhas de produtos e serviços para que seja interessante para o público que visita”, explica Marília Jordão.

“Ao comprar roupas, acessórios, objetos de design, quadros e outros produtos diretamente de quem faz, você estará estimulando a economia criativa e os pequenos empreendedores”, enfatiza Rafael Forte.

Feira de Artes Visuais
Outra novidade este ano será a Feira de Artes Visuais, uma área dedicada aos artistas locais. No espaço, estarão expostos trabalhos autorais de cerca de 25 artistas de artes visuais, em vários segmentos artísticos: serigrafia, xilogravura, ilustração, fotografia, colagem, entre outros.

Espaço Maker e Área Pet Friendly
Também chegam pela primeira vez ao evento, em parceria com a Escola de Criatividade e Inovação Magic Star, o Espaço Maker, ambiente que permite que qualquer pessoa possa criar, experimentar e compartilhar soluções, mesmo sem conhecimento prévio, por meio de ferramentas digitais e tecnológicas, como a impressora 3D, ou mesmo recursos mais tradicionais, como os de marcenaria. E ainda a Área Pet Friendly, voltada para dar mais conforto e comodidade aos animais de estimação.

Impacto social e ambiental
Outra novidade é que o evento buscará este ano a utilização do plástico zero em suas atividades. “Toda geração de resíduo antes, durante e depois do evento será feita buscando o menor impacto ao meio ambiente e o maior reaproveitamento de materiais possível”, explica Marília Jordão.

O material de identidade visual também será reaproveitado. “Buscando um maior impacto social, contamos com participação do Instituto Procomum, através da Colaboradora, uma plataforma de colaboração que congrega um ambiente coletivo de trabalho e uma escola de formação livre”, destaca Rafael Forte.