"Demorou, mas foi de ouro": Ana Marcela Cunha fala ao #Santaportal sobre medalha


18 dias atrás
Por: Ted Sartori/#Santaportal - Em 04/08/2019 às 17:01
"Demorou, mas foi de ouro": Ana Marcela Cunha fala ao #Santaportal sobre medalha Wander Roberto/COB

JOGOS PAN-AMERICANOS – A nadadora Ana Marcela Cunha, da Universidade Santa Cecília (Unisanta), não esconde a satisfação por sua primeira medalha nos Jogos Pan-Americanos. E justamente a de ouro, na prova dos 10 km da maratona aquática, realizada hoje.

Na edição do Rio, em 2007, Ana Marcela havia sido a 7a. colocada. Quatro anos depois, em 2011, na cidade de Guadalajara, no México, a nadadora ficou em 5o lugar. Já nos Jogos de Toronto, no Canadá, ela não foi.

Em entrevista ao #Santaportal , via Whatsapp, por intermédio do pai George Cunha e do treinador Fernando Possenti, a nadadora fala dos momentos vividos na prova da competição deste ano.

Ainda nos Jogos Pan-Americanos de Lima, no Peru, Ana Marcela Cunha disputa os 800 metros livre na quinta-feira (8) e os 1500 metros livre no sábado (10).

#Santaportal: Para você, que é uma multicampeã, qual a emoção de conquistar sua primeira medalha em Jogos Pan-Americanos? É como voltar no tempo, ao começo?

Ana Marcela Cunha: Estou super feliz. Demorou, mas foi de ouro, uma conquista inédita para o Brasil!

Santaportal: Além da sua medalha, ainda teve o bronze da Viviane Jungblut. Vocês chegaram a conversar? Como foi?

AMA: Nada melhor que uma dobradinha no pódio! A Vivi vem numa crescente, temos que comemorar essas conquistas.

Santaportal: Queria que você falasse da prova. A disputa, como sempre, foi enorme. Em qual momento, se é que foi possível, perceber que seria possível vencer?

AMA: Foi uma prova atípica: oito voltas e muitas alternativas. Eu e o Fernando (Possenti, técnico) conseguimos montar uma estratégia que deu super certo: me posicionei entre as primeiras desde a largada e ataquei na hora certa. Consegui abrir uma distância confortável e assegurei o primeiro lugar.

Santaportal: Conquistar a vaga em Tóquio em julho, ouro no Pan em agosto. É um período inesquecível para sua vida e carreira?

AMA: Sem dúvida. Nosso planejamento está sendo executado à risca e os resultados vindo como consequência.

Santaportal: Como é a sequência agora depois dos Jogos Pan-Americanos, em termos de provas e preparação?

AMA: Ainda temos três etapas do Circuito Mundial, Jogos Mundiais Militares, Jogos Mundiais de Praia, muita coisa pela frente! Até Tóquio tem muita água pra nadar!