Audiência pública discute projeto de ligação seca entre Santos e Guarujá


34 dias atrás
Por: #Santaportal - Em 16/07/2019 às 18:33
Audiência pública discute projeto de ligação seca entre Santos e Guarujá Patrícia Nunes/Santa Cecília TV

(Atualizado às 22h)

SANTOS - O Conselho Estadual do Meio Ambiente (Consema) discutiu, em audiência pública na noite desta terça-feira (16), no Teatro Guarani, o projeto de ligação seca entre as duas margens do Porto de Santos e seus impactos ambientais. A audiência foi aberta ao público, em uma oportunidade para que a comunidade pudesse se manifestar em relação ao empreendimento. O evento terminou por volta das 21h30.

Aguardado há mais de 90 anos, o projeto da ligação entre as duas margens divide opiniões. Atualmente, a proposta apresentada pela Ecovias é analisada pela Secretaria Estadual de Meio Ambiente para a obtenção da licença ambiental. A expectativa é que, se aprovado, o aval para a execução da obra seja expedido em fevereiro do ano que vem.

Segundo a proposta da Ecovias, a concessionária que administra o Sistema Anchieta-Imigrantes (SAI) manifestou interesse em realizar o projeto, a ponte terá cerca de 7,5 Km de extensão, com início na entrada de Santos, no Km 64 da Rodovia Anchieta, e término próximo ao acesso à Ilha Barnabé, na Área Continental de Santos, a cerca de 500 metros da praça de pedágio de Guarujá, no Km 250 da Rodovia Cônego Domênico Rangoni.

O vão principal da ponte terá altura de 85 metros e 325 metros de largura entre os pilares. As medidas são exigências feitas pelo Governo do Estado para tornar viável as atividades no Aeroporto Metropolitano da Baixada Santista (na Base Aérea de Santos) e para não impactar nas operações portuárias.

Porém, a Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp) já se posicionou contra o empreendimento e tem sido acompanhada por entidades representantes de empresas do setor, que pedem mais informações sobre a ponte. Clique aqui e veja a entrevista com o presidente da Codesp, Casemiro Tércio, explicando o seu posicionamento sobre o assunto.

A Autoridade Portuária afirma que a estrutura poderá inviabilizar a expansão do Porto. A estatal aponta ainda que o projeto interfere na bacia de evolução na região e defende a construção de um túnel ligando as duas margens do complexo. 

Túnel submerso
Como alternativa, a Docas aponta a possibilidade de construção de um túnel submerso capaz de interligar as duas margens do cais santista. A ideia é que o empreendimento, que já conta com licenciamento ambiental aprovado, seja construído entre o Cais de Outeirinhos e Vicente de Carvalho, a cerca de 21 metros de profundidade.

Um túnel já foi cogitado há alguns anos por autoridades estaduais e federais. No entanto, o alto custo e a falta de recursos fizeram o projeto ser deixado de lado.

Enquanto a ponte está orçada em R$ 2,9 bilhões, o túnel deve custar em torno de R$ 3,2 bilhões. O primeiro empreendimento deve ser construído em 36 meses. Já o submerso necessita de 40 meses de obras. 

noticia20197165025675.jpg
Arquivo Pessoal/Maxwell Rodrigues

1º Fórum Porto & Negócios 
O Sistema Santa Cecília de Comunicação promove no próximo dia 12, no Teatro Coliseu, em Santos, o 1° Fórum Porto & Negócios. O evento vai contar com a mediação de Maxwell Rodrigues, apresentador do programa Porto & Negócios, da Santa Cecília TV, e vai debater os projetos para a construção de uma ligação seca entre as cidades de Santos e Guarujá, uma das maiores reivindicações do setor portuário e da população da Baixada Santista. Interessados em participar podem fazer sua inscrição clicando aqui.  

Durante o fórum serão discutidas as vantagens e desvantagens logísticas, além do debate sobre qual é a melhor opção para uma ligação entre as cidades: a construção de uma ponte ou de um túnel.

Além do mediador, representantes do governo federal, estadual, das prefeituras de Santos e Guarujá e do Porto vão participar do encontro. O debate também será aberto a perguntas do público presente ao fórum.

O Teatro Coliseu fica na Rua Amador Bueno, nº 237, no Centro de Santos.