Em Bertioga, empresa paga o que devia e greve de ônibus é suspensa


172 dias atrás
Por: #Santaportal - Em 17/06/2019 às 08:22
Em Bertioga, empresa paga o que devia e greve de ônibus é suspensa Divulgação Viação Bertioga

BERTIOGA - Os mais de 12 mil passageiros por dia do transporte coletivo urbano e as famílias das 2.500 crianças servidas pelo serviço escolar de Bertioga podem ficar tranquilos.

A greve dos motoristas e demais empregados da Viação Bertioga, prevista para esta segunda-feira (17), foi suspensa. A empresa pagou, na quinta (13) e sexta-feira (14), o que devia aos trabalhadores.

Eles estavam sem receber os salários e a cesta-básica desde 7 de junho, quinto dia útil do mês. E sem o vale-refeição desde 25 de maio.

Em assembleia do sindicato dos trabalhadores em transportes rodoviários de Santos e região, terça-feira (11), naquela cidade, eles decretaram greve por tempo indeterminado.

A categoria condicionou a suspensão da greve ao pagamento dos atrasados. Seriam paralisadas sete linhas municipais, com 27 ônibus, e os 25 veículos do transporte escolar.

O vice-presidente do sindicato, José Alberto Torres Simões ‘Betinho’, que presidiu a assembleia, disse, neste sábado (15), que espera a não repetição da irregularidade.

“O pessoal está cansado desse problema, que se tornou rotineiro”, ponderou o sindicalista. A empresa tem 200 empregados, sendo 80 deles motoristas. Segundo ele, as negociações continuarão.

Beto Simões explica que a empresa está em débito com o fundo de garantia (fgts), plano de saúde, INSS e salários de férias. “Quem aguenta uma situação dessas?”.