"Jogo numa posição que não é a minha", diz Sánchez após críticas no Santos


100 dias atrás
Por: #Santaportal - Em 07/06/2019 às 16:38
"Jogo numa posição que não é a minha", diz Sánchez após críticas no Santos Reprodução/ Twitter Santos FC

SANTOS FC – Um dia após a eliminação para o Atlético-MG na Copa do Brasil, o meia Carlos Sánchez desabafou sobre as críticas recentes que recebeu por parte dos torcedores.

O uruguaio deixou no ar sua insatisfação com as mudanças constantes feitas pelo técnico Jorge Sampaoli em seu posicionamento em campo. "Fico muito triste, recebo muitas críticas e estou disposto a mudar isso, mas às vezes é injusto porque é uma posição que não é a minha. Receber críticas jogando como meia é pior. Muitas coisas atrapalham meu trabalho como meia ou ponta, falei com a comissão. Se não tenho posição de meia, prefiro esperar oportunidade. E quando decidirem, jogarei. Me sinto mal, recebi muitas críticas pelo meu jogo, numa posição que não é a minha. Sempre trato de brigar pela equipe. Bem ou mal, deixo tudo em campo", disse Sánchez, em entrevista coletiva nesta sexta-feira (7), no CT Rei Pelé.

Em tom de lamentação, Sánchez se desculpou com a torcida santista por mais uma eliminação. “Lutamos. Perdemos um pouco da cabeça por lutar tanto e fizeram no contra-ataque. Era o que queriam. Pecamos. Temos que agradecer pela torcida, pedimos desculpas por ficar fora novamente. Temos muito a melhorar, isso não pode acontecer mais. Temos que ter oportunidade que não podemos perder no Brasileirão. Continuar sendo protagonista, brigar pela liderança. Os resultados bons virão, estamos tristes, mas é preciso ter sabedoria de que sempre lutamos e nunca cruzamos os braços”, comentou.

O Santos enfrenta o Atlético-MG novamente pelo Campeonato Brasileiro no domingo (9), às 19h. Para Sánchez, a partida deve ser encarada como uma chance para dar uma resposta rápida após o revés da Copa do Brasil. “É bom porque temos revanche rápida. Temos que sair para lutar como fizemos sempre. Nosso único objetivo é o Brasileirão, temos que dar tudo em campo. Temos que ganhar em casa, ainda mais na Vila. Essa é uma portunidade de somar três pontos. Se eu jogar, espero fazer da melhor maneira. Um triunfo no domingo não acaba com a eliminação, mas nos faz confiar no trabalho e faz nos mantermos fortes pelo nosso objetivo que é o Brasileirão”, concluiu.