Pixabay Pixabay

Qual a importância do suor nas atividades físicas e seus mitos e verdades

1. Suor emagrece? Mito

Não é possível determinar que o esforço das glândulas sudoríparas queime gorduras. O que se pode afirmar é que perder água é desidratar o corpo, e isto é muito ruim. No suor são eliminados, além da água, o sódio, potássio, cálcio e magnésio. Portanto, câimbras, dores em ossos, perda de sentido, confusão mental, podem ser sintomas de desidratação, e é muito sério isto. Reponha a água perdida pelo suor sempre, tomando água ou bebidas isotônicas no caso de atividades físicas muito intensas e de duração superior a uma hora.

2. Quem tem mais Condicionamento Físico sua menos? Falso

É justamente ao contrário, em geral sua mais quem tem maior condicionamento físico, pois o corpo está mais preparado para ajustar a temperatura interna com a externa do corpo, que é em torno de 36o C.

O suor é um mecanismo utilizado pelo corpo para manter em equilíbrio a temperatura corporal, interna e externa, adequada para o funcionamento normal do metabolismo. O cérebro, assim que o corpo está com excesso de atividade, ou com metabolismo aumentado, como é ao correr, por exemplo, envia sinais para as glândulas sudoríparas entrarem em atividade.

3. O suor tem cheiro ou cor? Não deveria ter.

Caso isto esteja ocorrendo, pode ser que seu suor esteja combatendo bactérias da pele. Seria bom procurar um médico.

4. Usar desodorante antitranspirante para amenizar a sudorese, ajuda? Verdade.

Sim, além disto procure usar roupas adequadas para a prática de exercícios, ou seja, leves, nada apertado, tecidos que deixam o corpo respirar melhor (algodão, p.ex., é ruim).

5. O suor ajuda a eliminar as impurezas do corpo, dos rins? Verdade

Como o suor é formado por água e sais minerais, ele ajuda os rins a eliminarem as impurezas do corpo. Por isto, hidrate-se sempre que sentir o primeiro sinal de sede, isto já é seu corpo dando sinal que está precisando de água.

6. Soar sem estar em estado de estresse, medo ou atividade física é normal? Não.

Se o suor se apresenta em excesso nas palmas das mãos e nas plantas dos pés, de maneira frequente sem uma aparente explicação para esta transpiração, pode ser um sinal de hiperidrose, condição médica que requer tratamento.

A ausência de suor durante a prática de exercícios físicos pode ser igualmente preocupante, e necessita do diagnóstico de um médico responsável.

Porém, antes de soar o alarme, o Dr. Rodrigo Lima diz que cada pessoa deve observar seu padrão de transpiração, para só então acionar um médico. "Tem gente que sua muito, tem gente que praticamente não sua, varia muito", explica. "Se você costuma suar muito e, de repente, começa a suar pouco, pode ser um sinal de desidratação", completa.

Como sempre, fazer uma atividade física é sempre positiva, porque limpamos nosso organismo através do suor. “Uma ducha interna no corpo”, como diz Joseph. H. Pilates.

Tem alguma dúvida, nos envie sua mensagem, gostamos de interagir!

Abraço e boa semana a todos!

blog2019924110533.JPG

 

 

Leia Mais
  • Publicado por: Elisabeth Victorazzi
  • Postado em: segunda-feira, 02 set 2019 08:39Atualizado em: segunda-feira, 02 set 2019 08:54
  • suor   mitos   verdades   
Pixabay Pixabay

A arte de relaxar os ombros

Quem nunca sentiu os ombros queimarem de tanta tensão? Sentir que a cabeça está tão pesada que parece que o pescoço não vai aguentar com ela?

A boa notícia é que podemos nos ajudar corrigindo pouquinhas coisas em nosso corpo. Aproveite para reler a postagem no Blog Santa Sáude: Respire longamente, você precisa disto! Juntando as duas coisas será perfeito.

Que “coisinhas” podemos fazer quando sentimos que nosso ombro começa a ficar tenso, arder?

1. Feche as escápulas, sabe nossas asinhas das costas? Então, são nossas escápulas, aproxime uma da outra;

2. Após isto, perceba que os ombros se afastam, se abrem um pouco mais. Percebeu? Então começou bem;

3. Por fim, respire fundo, e na próxima inspiração, puxe a barriga para dentro e para cima (imagine passando uma colher de sorvete pela barriga) e na expiração, faça uma deliciosa “exxxxxxpiração”, com calma, devagar e enquanto expira, não deixe a barriga voltar, deixe ela lá dentro e bem guardada, cresça o pescoço e afaste os ombros da orelha, repita uma duas, três, quantas precisar para ir sentindo conforto nos ombros, você irá sentir o ombro respirar também. Sentirá um alívio imediato;

Só isto!

Fácil, não é? Porém, tem um detalhe muito importante quando for fazer a etapa 3, a de crescer, esticar o pescoço. Imagine-se empurrando o teto com parte de cima da cabeça. Muitas vezes, as pessoas sobem o queixo, e isto não é bom, porque dobra a cabeça para trás e comprimi a cervical, quebrando o movimento te tirar a tensão.

Vamos praticar novamente? Quando menos perceber estas etapas estarão automatizadas, serão uma nova atitude corporal sem esforço mental ou físico.

Isto pode-se fazer andando, sentado, deitado, com bolsa no ombro, com mala nas mãos, com o telefone na orelha, escrevendo, escovando os cabelos, os dentes, segurando seu filhinho no colo, largado no sofá vendo filme, etc, etc. Estas três pequenas etapas farão milagres nas tensões do ombro.

Terá uma reunião importante e está nervoso? Faça as três etapas. Terá uma entrevista de emprego ou apresentará seu TCC? Faça! Haverá tanto controle sobre o corpo que a linguagem corporal transmitida será de confiança.

Aprendendo a controlar estas tensões, você poderá estar evitando uma futura hérnia, protrusão, ou bico de papagaio na coluna e até evitar desgastes das vertebras muito cedo, ou problemas nas articulações dos ombros.

Repare como a postura melhora em fazer só estas três etapas.

Deixei por último a cereja do bolo! Reparou quantas vezes ativou o abdômen para tirar a tensão do ombro? muitas, não é? Conjuntamente se está trabalhando de maneira sutil, mas muito importante, como deixar o abdômen em posição de ajudar na postura, na respiração e, portanto, sem gordurinhas extras e desnecessárias, não é?

Simplificar a vida é bom, é saudável, não requer horas dentro de academias, só requer prestar atenção em si mesmo, olhar para dentro de você e gostar. Se cuide!

Excelente semana, boa postura e menos tensões no ombro!

Ahhhh!!! Se você deixa sua cabeça cair muito para um lado quando fala, lê, etc... traga ela para o centro e faça as três etapas. Cuidado, isto vira uma escoliose!

blog20198261651403.jpg

 

 

Leia Mais
Pixabay Pixabay

Como melhorar a dor nas costas depois de andar muito

Muitas pessoas se queixam de dor na lombar, como minha vó dizia:” - dor nas cadeiras”, logo após andarem muito, ou ficarem muito tempo em pé. Por que isto acontece?

Em geral costumamos andar apoiando mais os nossos calcanhares do que nos dedos dos pés, e esta é a principal razão para esta dor.

Quando deixamos nosso peso nos calcanhares, é como se nos sentássemos sobre nossa lombar, levando toda a força da gravidade para os discos intervertebrais da lombar, sobrecarregando a mesma e gerando a dor pela compressão causada na mesma.

Imagina isto somado a uma pessoa sedentária, com sobrepeso, sem sapatos adequados, com bolsa no ombro, ou numa areia dura e por longas durações: - hérnia, não vai escapar, a progressão desta dor será uma hérnia.

Então o que fazer? Leve o peso do seu corpo para os dedos dos pés, a força gravitacional será distribuída entre todos os membros de seu corpo, glúteos, abdômen, coxas, sua coluna ficará mais reta, e tudo entrará em harmonia. Você perceberá que seu caminhar ficará num ritmo mais rápido, porém com menos esforço.

Antes de sair para andar faça um exercício desta consciência corporal.

1. Fique na frente de um espelho, onde possa se enxergar por inteiro;

2. Junte seus calcanhares e separe os dedos do pé, um punho de distância mais ou menos (não é parecendo um patinho, é bem menos);

3. Agora leve o corpo para frente, um pouquinho só, na diagonal e sinta os dedos firmemente presos no chão;

4. Mantenha seus calcanhares apoiados no chão, mas sem pressão;

5. Perceba que seus joelhos ficaram leves, a articulação deles foi liberada e os músculos do glúteo, interno da coxa, abdômen ficaram ativados imediatamente – sente isto?

6. Agora experimente andar assim e prestar atenção na caminhada e faça seus músculos trabalharem para você;

Pronto, agora não terá mais dor para andar, e ao contrário, terá feito um forte exercício de fortalecimento dos músculos citados acima.

Vamos treinar?

Mande seus comentários de como foi a experiência, coloque fotos, se tem dúvida de alguma etapa, mande sua pergunta. Gostamos de interagir.

Um forte abraço.

 

blog20198195814500.jpg

 

 

Leia Mais
  • Publicado por: Elisabeth Victorazzi
  • Postado em: segunda-feira, 19 ago 2019 16:56Atualizado em: segunda-feira, 19 ago 2019 16:58
Pixabay Pixabay

Respire longamente, você precisa disto!

Tantas vezes o dia parece curto para tudo que temos que fazer, os meses passam rápidos, já é agosto, passamos a metade do ano e num piscar de olhos já estaremos cantando Jingle Bell novamente. O tempo está voando! É esta a sua sensação?

Se a resposta for sim, breque o tempo dando espaço necessário para a sua saúde mental, para seu equilíbrio emocional, para cuidar de você. Se a resposta continua sendo: - não tenho tempo para isto, porque preciso levar filhos para a escola, depois tenho que ir ao banco, trabalhar, na academia, no cabeleireiro, levar o carro para revisão, etc etc etc, acredite, seu tempo vai voar e a vida vai passar sem que perceba, e quando se der conta, pode não adiantar mais.

Perceba que no meio das “possíveis desculpas” está academia, sim academia, mas isto não seria o tempo para cuidar de si próprio? Pode ser que sim, mas se o propósito é ir por obrigação, porque todo o mundo diz que fazer atividade física diária é necessária se quisermos viver por longos anos com qualidade de vida, ou porque está na moda, ou porque quer ficar com o corpo “sarado” como dos influencers digitais, quero crer que você está sendo escrava de uma situação imposta e isto não trará prazer, não será seu tempo, aquele breque, aquela fenda que te levará à paz interior, a sabedoria de conseguir por em linha tudo que precisa ser feito, e não se cobrar por aquilo que não foi possível fazer.

O que fazer, portanto? Muito pouco e simples, a simplicidade leva segundos ou até menos que isto. Uma pequena sugestão:

- INSPIRE pouco e EXPIRE profundamente, até não ter mais ar dentro dos pulmões – renove-se;

- RESPIRE fundo, respire várias vezes pensando na inspiração e expiração antes de sair da cama, você acordará mais feliz, mais confiante;

- RESPIRE fundo e profundamente quando acreditar que não conseguirá fazer tudo, ao retornar deste processo de respiração longa e consciente as respostas terão vindo através de insights e se não der mesmo tempo de fazer tudo, não se culpe, você fez o melhor;

- RESPIRE fundo quando sentir medo, tomar um susto, seu coração irá voltar à calma, os hormônios voltarão a se equilibrar;

- RESPIRE fundo quando as coisas boas do dia acontecerem, assim elas irão diretamente para o coração (até rimou) e armazenadas na nuvem da alma;

- “RESPIRAR é o 1º. e último ato de nossas vidas”- Joseph H. Pilates.

Um bebê INSPIRA e EXPIRA, pelas narinas, ao mamar nos seios de sua mãe, é onde ele se acalma, sorri, dorme e abraça instintivamente a quem lhe alimenta, não só com o leite, mas com amor, olhar terno, carinho e até mesmo a própria vida. Neste espaço de tempo, mãe e bebê pararam o tempo, colocaram todo o restante na linha e transformaram isto num momento deles, único.

Percebem? Tudo é questão de priorizar seu alimento, o alimento do seu interior, que te trará paz, que sem isto, você entrará na roda da vida incessante, das cobranças, exigências que a competitividade do mundo moderno traz consigo.

Pare agora, e descubra aquilo que te fará parar no tempo da paz interior e colocar ordem no restante que tem por vir.

Não tem tempo ainda? Então, ele já devorou sua essência de criança, retorne 5 casas deste jogo da vida e RESPIRE.

Respirar longamente e profundamente é cientificamente comprovado que traz inúmeros benefícios para sua saúde mental, física e emocional. Vamos viver bem, viver mais e se amar!

Grande abraço e uma enorme e profunda respiração!!!


blog2019852640980.jpg

 

 

Leia Mais
  • Publicado por: Elisabeth Victorazzi
  • Postado em: segunda-feira, 05 ago 2019 09:25Atualizado em: segunda-feira, 05 ago 2019 09:26
  • Respiração   importância   tempo   
Pixabay Pixabay

Alongar ou não alongar antes de treinar?.... Eis a questão!!!!

Qual a resposta para esta questão? A resposta é: - Depende!

Esta é uma questão muito polêmica há anos entre os profissionais de educação física, fisioterapeutas, das diferentes modalidades e linhas de atuação respectivamente.

Vamos, portanto, usar o racional e pensar juntos, vamos pensar sob o aspecto da “biomecânica” dos exercícios e da anatomia humana.

Se for fazer uma aula de flexibilidade, alongamento, yoga, onde precisará estar com seus ligamentos, tendões “acordados”, articulações, cartilagens entre outros, prontos para a atividade, a atividade que exigirá extensão intensa do corpo como um todo, a resposta é SIM.

Se for, correr, nadar, andar, andar de bicicleta, musculação, crossfit, treinamento funcional, HIIT, pilates, esportes de todas as naturezas, como vôlei, tênis de campo, entre outras a resposta é um grande, enorme NÃO.

O seu aquecimento deve ser de acordo com a atividade que irá realizar, deve ser específico para cada atividade física a ser realizada. P.ex. se for fazer na musculação exercícios para os membros superiores, comece com cargas leves, ou até nenhuma, mas já faça o movimento específico, o mais fácil, aquele movimento que te traz para a aula, te concentre. Isto vale para o HIIT, Crossfit, LPO (levantamento de peso olímpico). Só não use o espaldar para ficar puxando seus ombros, não serve para nada, só se fizer bem para o psicológico, mas isto não evitará lesões.

Se for correr, inicie com trote, aumentando a frequência cardíaca e preparando as articulações e a concentração para um movimento adequado, ou até mesmo, afundos, agachamentos. Se for fazer pilates, comece com exercícios que preparem os músculos, as articulações, aumente levemente a frequência cardíaca (pilates não é alongamento). Se for natação, inicie com os educativos, na pranchinha, só pernas, só braços, respiração, ou tiros longos mas com ritmo menos intenso.

Pense, se os músculos serão muito exigidos e eu alongar vai dar #ruim, como diz por aí hoje em dia. Os músculos irão precisar estar prontos para cargas, agachamentos, explosão, velocidade e aí alongou o músculo quando ele precisa de “tensão”. Se for jogar tênis que exige velocidade, muito trabalho de articulações, movimentos da coluna em todas as direções, o corpo que está precisando de agilidade, amplitude, não estará preparado. Pode ser que a curto prazo não sinta diferença, mas a médio e longo prazo as lesões estarão instaladas.

O mesmo para se terminar as atividades. Não há necessidade de alongar, você precisa continuar ativo, mas se for aulas relacionadas a isto, naturalmente isto acontecerá, até mesmo com a meditação.

Simples, não é? Agora você já sabe a resposta: - Depende! Como você irá aquecer seu corpo daqui para diante?

Uma coisa eu posso dar como diga para todos: - Acordou, se espreguice bem gostoso, bem longamente, isto ajuda muito.

Grande abraço, e muita alegria nesta semana que se inicia.

blog2019729185921.jpg

 

 

Leia Mais
  • Publicado por: Elisabeth Victorazzi
  • Postado em: segunda-feira, 29 jul 2019 08:19Atualizado em: terça-feira, 30 jul 2019 18:41
  • Alongamento   exercícios   dicas   
<< Página Anterior       Página Posterior >>
Sobre
Muito mais importante do que remediar é prevenir. Em saúde, este assunto é ainda mais importante. Aqui neste espaço você vai encontrar textos de gente que entende do assunto e promoção de uma vida saudável, no corpo e na mente.