Reprodução Reprodução

10 ótimos vinhos de até 100 reais

Certamente o isolamento social a que estamos submetidos neste momento nos permite mais momentos com nossa família e para nos dedicarmos à enogastronomia. Assim, surge a ideia de indicar aos nossos leitores uma seleção de dez ótimos vinhos até R$ 100,00, já que nem todos podem ou querem gastar mais do que isto numa garrafa de vinho. Segue a lista.

Le Loup dans la Bergerie 2018 (R$ 79,00 na Delacroix Vinhos) – Leve, bastante frutado e de taninos macios, este vinho é da região francesa do Languedoc-Roussillon, mais especificamente perto da Montanha Pic Saint-Loup. É produzido pela Domaine l’Hortus sem a utilização de produtos químicos, e se constiui num blend contendo 80% de uvas Grenache e 20% de uvas Syrah, envelhecido por nove meses em tonéis de aço inox. É jovem, pronto para beber. Um vinho muito bom para o dia a dia, e que agrada a todos os paladares. Pode ser encomendado em www.delacroixvinhos.com.br.

Marques de Casa Concha Carmenére 2014 (R$ 98,90 no site das Lojas Americanas) – Produzido pela gigante chilena Concha y Toro, este vinho é um varietal de Carmenére, uva de origem francesa que se adaptou de forma excepcional no Chile. O paladar lembra frutas negras e, no final, um pouco de mentol. Passa 18 meses amadurecendo em barricas de carvalho francês. Encontrado em www.americanas.com.br.

Perro Callejero Malbec 2017 (R$ 99,70 na Winerie) – Vinho da excelente vinícola Mosquita Muerta, consiste num blend de Malbecs oriundas de três diferentes vinhedos e subregiões de Mendoza. Vinho encorpado, com notas de frutas vermelhas e café. Pronto para beber. Estagia por 6 meses em barricas de carvalho francês. Bom para acompanhar comidas mais “pesadas”. Um ótimo custo/benefício. Encontrado em www.winerie.com.

Espino Reserva Pinot Noir 2018 (R$ 84,90 na Wineface) – Este vinho é produzido pela chilena William Fèfre Chile, filial da prestigiada vinícola homônima de Chablis, na Borgonha. Um vinho jovem e pronto para beber, bastante frutado e de fácil de harmonizar com pratos de carnes e massas leves, e até mesmo com peixes e frutos do mar, desde que os molhos não sejam exageradamente pesados. Tenho tomado este vinho em diversas ocasiões. Perfeito para o dia a dia, quando se quer um vinho para relaxar. Pode ser encomendado em www.wineface.com.br, mas também é encontrado com preço semelhante em Laticínios Marcelo (Rua Dr. Lobo Viana, nº 54, bairro Boqueirão, em Santos).

Zuccardi Serie A Malbec 2018 (R$ 99,90 na Grand Cru) – Mais um argentino produzido por uma vinícola de respeito na região de Mendoza, e que tem influenciado demais nos rumos que os vinhos da Argentina tomaram. Seus vinhos premium sempre figuram entre os mais pontuados deste país, e, numa vinícola com tal atitude, não há produção de vinhos ruins, pois ela não se permite tamanha desfeita. O vinho apresentado é bastante estruturado, combinando perfeitamente com comidas um pouco mais pesadas. Está pronto para beber, e traz aromas de frutas negras e vermelhas, defumado e especiarias. Uma ótima opção dentro desta faixa de preços. Pode ser encontrado na loja da Grand Cru de Santos (Rua Minas Gerais, nº 17, Vila Rica, em Santos) ou em www.grandcru.com.br.

Quinta do Correio Tinto 2016 (R$ 79,14 na Decanter) – Um blend da região do Dão, em Portugal, que leva 40% de uvas Jaen, 35% de Touriga Nacional, 15% de Alfrocheiro e 10% de Tinta Roriz. Trata-se de um vinho de corpo médio e, portanto, bastante versátil em termos de harmonização, pois pode combinar com muitos pratos, sejam eles leves ou mais pesados. É produzido pela respeitada vinícola Quinta dos Roques. Bastante frutado, tem taninos bem equlibrados, o que lhe confere uma maior aceitação em pessoas que não estão procurando um vinho tão complexo, preferindo um vinho mais “fácil”. Pode ser adquirido no site da Decanter Vinhos (www.decanter.com.br) ou na Enoteca Decanter, localizado em Santos, na Rua Azevedo Sodré, nº 144, sobreloja, no Gonzaga.

Chianti Classico Castello di Radda 2016 (R$ 90,00 na Tahaa) – Os Chianti são os vinhos clássicos da Toscana, produzidos predominantemente com a uva Sangiovese (este leva 90% desta uva e mais 5% de Caniolo e 5% de Colorino). Apesar de estruturado, é um vinho que desce fácil. Tem aromas de frutas negras e tabaco. É um vinho de R$ 180,00, mas que está sempre com bons descontos, como atualmente. No site continua com o preço normal, mas pode ser encomendado pelo email [email protected], da consultora Rosa Bacigalupo.

Colonia Las Liebres Bonarda Classica 2018 (R$ 89,00 na Via Vini) – Uma das vinícolas precursoras na utilização do Malbec em Mendoza, a Altos Las Hormigas faz este vinho com a uva Bonarda, que eu particularmente gosto demais, e que já foi considerado o melhor desta casta na Argentina. Alguns especialistas dizerm que a safra de 2018 é a melhor deste rótulo. Vai muito bem com uma pizza. Pode ser encomendado por www.viavini.com.br.

Hey Malbec (R$ 89,90 – mínimo de duas garrafas – na VinhoBr) – Este vinho é realmente um achado, pois é um dos espetaculares exemplares de Matías Riccitelli, um dos expoentes da nova geração de enólogos argentinos, e que tem na veia o DNA de seu pai, o grande enólogo Jorge Riccitelli, da vinícola Norton, e que já foi considerado o melhor enólogo do mundo. Um vinho fácil, que encontra espaço para todos os paladares. Além das frutas vermelhas, expressão características de muitos Malbec argentinos, este tem tons florais e um pouco de pimenta, com taninos macios. Encontrado em www.vinhobr.com.br.

Vale da Pedra Tinto 2018 (R$ 98,00 na Vinícola Guaspari) – Está aí um grande exemplo de que é possível o vinho brasileiro ir além dos espumantes (ótimos, por sinal) sem custar muito caro (alguns rótulos são exageradamente caros pelo que oferecem). Um vinho bastante honesto e agradável, da surpreendente e cada vez meelhor Vinícola Guaspari, localizada em Espírito Santo do Pinhal, aqui no Estado de São Paulo. Vale inclusive uma visita à vinícola, que tem se preparado para receber os turistas, que já a procuram com intensidade, dada a fama que os vinhos de lá estão propagando. Este vinho é produzido 100% com uvas Syrah e passa por um estágio de 7 meses em barricas de carvalho francês. Com corpo médio, tem taninos redondos e aromas de frutas vermelhas e chocolate. Pode ser encomendado em www.loja.vinicolaguaspari.com.br.

 

 

  • Publicado por: Fernando Akaoui
  • Postado em: sexta-feira, 15 mai 2020 10:38Atualizado em: sexta-feira, 15 mai 2020 11:02
  • VINHOS   ÓTIMOS   100 REAIS   

Comentários (0)

Enviar Comentário