Divulgação/Site Oficial da Conmebol Divulgação/Site Oficial da Conmebol

Com Brasil já confirmado, confira quais seleções sul-americanas brigam para ir a Rússia; Argentina vive drama nas Eliminatórias

Faltando quatro rodadas para o desfecho das eliminatórias da Copa do Mundo, oito seleções já garantiram matematicamente suas vagas na mais importante competição de futebol mundial. Ainda restam 24 lugares e 60 times estão na briga.

Na América do Sul, o Brasil lidera as Eliminatórias e não corre mais risco de ficar fora do Mundial de 2018. Após a vitória sobre o Paraguai por 3 a 0, no dia 29 de março, a seleção brasileira garantiu a vaga antecipadamente para a competição na Rússia. Outras sete equipes ainda brigam pelas três vagas diretas restantes. A Bolívia e a Venezuela já estão matematicamente eliminadas.

Abaixo do Brasil, a briga está acirrada, o que nos dá um alívio pela classificação tão antecipada. O Uruguai está em melhor condição, mas a distância para a Argentina - quinta colocada, por exemplo, é de apenas três pontos. Do Equador para cima, todo mundo tem chance de chegar à Copa do Mundo.

A Celeste, com 27 pontos, precisa de uma vitória simples em cima da lanterna Venezuela na próxima rodada para se garantir no mundial.

Colômbia, com 26 pontos, precisa vencer o Paraguai na próxima rodada e já se garante pelo menos na repescagem. Para se classificar diretamente, precisa também torcer por um empate entre Peru e Argentina ou por um tropeço do Chile contra o Equador.

Peru, com 24 pontos, jogará um confronto direto com a Argentina na próxima rodada e depende só de si para se classificar. O jogo da última rodada para os comandados de Ricardo Gareca é contra a Colômbia, em casa.

Argentina, com 24 pontos, vai receber o Peru na próxima rodada e também depende só de si: basta vencer as duas partidas restantes. Se não derrotar os peruanos, a situação se complica, ainda mais em razão do decepcionante empate de ontem (5) com a Venezuela, em Buenos Aires.

Chile, com 23 pontos, estaria fora da Copa se as eliminatórias terminassem hoje. Com duas derrotas consecutivas, a seleção chilena caiu para a sexta colocação e vai ter que jogar muita bola nas duas últimas rodadas para virar o jogo. O Chile enfrenta o Equador na próxima rodada e, se vencer, subirá para quarto ou quinto - dependerá do resultado do duelo entre Argentina e Peru. Na última rodada, enfrenta o Brasil fora de casa e pode entrar em campo precisando da vitória.

Paraguai, com 21 pontos, não pode perder da Colômbia na próxima rodada e tem que torcer para que o duelo entre Argentina e Peru não termine empatado, senão, estará eliminado. Dificilmente os paraguaios se classificam se não vencerem seus dois compromissos restantes.

O Equador venceu as quatro primeiras partidas e liderou as eliminatórias, mas desde então obteve apenas dois triunfos em 12 rodadas e despencou. Assim, só vai à Rússia por um milagre. Com 20 pontos, precisa vencer os jogos que faltam e torcer por tropeços dos rivais.

Além do Brasil, México, Bélgica, Coreia do Sul, Japão, Irã, Arábia Saudita e a anfitriã Rússia também já têm presença confirmada na Copa do Mundo de 2018. Algumas surpresas, como Islândia, Peru, Burkina Faso e até a Síria, estão a um passo de garantir uma vaga no Mundial.

Por outro lado, seleções tradicionais, como é o caso da Holanda, correm o risco de ficar de fora da competição de futebol mais importante do mundo.  

 

 

Comentários (0)

Enviar Comentário
     
Sobre
Futebol, basquete, vôlei, Fórmula 1, UFC e muito mais. Informações e opiniões sobre tudo o que rola no mundo dos esportes você irá encontrar neste blog. Fique por dentro das últimas novidades no SantaEsporte!
Categorias