SEXO E AMOR

O SEXO NÃO TEM QUE SER PERFEITO PARA SER SATISFATÓRIO.O AMOR VAI LONGE PARA PREENCHER ALGNS DESSES ESPAÇOS. ((Barbara Keesling-terapeuta sexual)

A leitura dessa simples frase, quase óbvia me fez refletir em quanto a obsessão pela performance sexual vem distanciando os casais.

É impressionante o papel dos manuais sexuais têm na vida das pessoas, gerando uma insegurança e tirando aquilo que tem de mais importante no encontro sexual que é a espontaneidade.

Essa entrega sem medidas só se faz com confiança e entrega total e para que isso ocorra o mínimo de vínculo se faz necessário e não vai aqui nessa reflexão um discurso moral e repressivo, mas quero enfatizar o quanto a entrega e vivência sexual sem nenhum compromisso contribuem para essa avaliação calcada apenas no corpo e na performance levando indubitavelmente ao fracasso da vida sexual, já que não somos máquinas de sexo.

 

 

  • Publicado por: Marcia Atik
  • Postado em: domingo, 01 dez 2019 20:25
  • SEXO   

Comentários (0)

Enviar Comentário