Reprodução Reprodução

Tecnologia não é vilã. As pessoas não lêem porque não são educadas para isso

As tecnologias em si não são nem boas nem ruins. O uso que se faz delas, sim. Culpar celulares pela falta de comunicação entre as pessoas é besteira e redução. Culpar tecnologia pela falta de leitura das pessoas idem. Eu, por exemplo, uso muito os apps de leitura, como o Kindle e o Google Livros, no celular e no tablet.

Perde-se, claro, com isso, a convivência, o prazer de ir a uma biblioteca, folhear os livros, sentir o cheiro, conviver com outros leitores. Mas se a realidade já é essa, pelo menos o hábito da leitura já seria um grande avanço.

O que falta é hábito e vontade. É preciso gerar, nos pequenos, essa vontade de ler, a sede de conhecimento, a iniciativa do autodidatismo, a relação de prazer com a leitura e com o conhecimento. Se existir isso, a tecnologia será uma aliada e não uma distração.

 

 

Leia Mais
  • Publicado por: Gustavo Klein
  • Postado em: quinta-feira, 15 ago 2019 11:53Atualizado em: quinta-feira, 15 ago 2019 12:01
Divulgação Divulgação

David Prowse esteve em pelo menos dois grandes sucessos dos anos 70

Seis anos antes de vestir a armadura negra de Darth Vader em Star Wars, o fisiculturista David Prowse participou de outro clássico: Laranja Mecânica, de Stanley Kubrick. Ele fazia o fortão da cena da foto, que resgata Alex!

Prowse, que é inglês, também treinou Christopher Reeve para o papel de Superman no filme original, de 1978, depois de ter sido recusado para este mesmo papel! Ele tem 84 anos e vive atualmente na Inglaterra com sua esposa Norma.

blog2019815473205.jpg

 

 

Leia Mais
  • Publicado por: Gustavo Klein
  • Postado em: quinta-feira, 15 ago 2019 11:47
Divulgação Divulgação

'Em Algum Lugar do Passado' sofre preconceito dos fãs de ficção científica mas é um grande sucesso romântico

Esse filme enfrenta preconceito dos fãs de ficção científica por ser romântico. E os fãs de romance não curtem muito as viagens no tempo. Talvez por isso mesmo 'Em Algum Lugar do Passado' não tenha feito grande sucesso na época de seu lançamento (comecinho dos anos 80). Mas sua trilha sonora vendeu como água. Além de 'Rhapsody on a Theme of Paganini', de Rachmaninoff, a música-tema (esta do video, do mesmo John Barry do tema de James Bond) também tocou bastante. Minha mãe adorava o filme, as músicas (chegou a escrever uma letra em cima da melodia) e o livro, que guarda algumas diferenças da versão para a telona.

A estrela do filme é Christopher Reeve, mais conhecido pelo papel de Superman. No elenco, ainda, a bela Jane Seymour e, como vilão, outro Christopher, o Plummer. Nas premiações, repetiu o insucesso das bilheterias. Foi indicado para um único Oscar (de figurino) e perdeu. Foi indicado para um único Globo de Ouro (trilha sonora) e perdeu. Mas venceu alguns prêmios conhecidos do segmento de fantasia, como o Saturn Awards de Melhor Filme de Fantasia, o de Melhor Filme no festival de Alvoriaz e, aqui no Brasil, o prêmio de filme estrangeiro no Festival de Cinema do Sesc.





 

 

Leia Mais
  • Publicado por: Gustavo Klein
  • Postado em: quinta-feira, 15 ago 2019 11:30Atualizado em: quinta-feira, 15 ago 2019 11:30
Reprodução Reprodução

Memória do rádio: veja a vinheta do antigo Jornal Eldorado, que fez história no jornalismo brasileiro

Cresci ouvindo esta rádio, praticamente o dia todo (enquanto não estava na aula). Me acostumei a dormir ouvindo a madrugada da Eldorado (depois Estadão) com Cal Francisco, Geraldo Nunes e Norberto Notari. A madrugada é sempre um momento bom para ouvir rádio. Com mais tempo disponível, há chance de análises mais aprofundadas, mesmo que em tom de bate-papo.

A música, gravada por alguma banda que não consegui descobrir qual, era a vinheta do início do jornal matutino da rádio. A Eldorado era - e para mim ainda é, embora eu ouça outras rádios (principalmente a CBN e a Bandeirantes) - padrão de muitas coisas que não deveriam ter sido abandonadas no rádio.

 

 

Leia Mais
  • Publicado por: Gustavo Klein
  • Postado em: quinta-feira, 15 ago 2019 11:19
Divulgação Divulgação

John Williams é homenageado por estudantes de Harvard com seus maiores sucessos

John Williams embalou minha infância. Foram os filmes com trilha sonora composta por ele - Star Wars, Superman, E.T., Indiana Jones, Contatos Imediatos do Terceiro Grau - que me despertaram a paixão pela sétima arte. Aqui, ele é homenageado por um coral composto por estudantes da Universidade de Harvard. Reconhece todos os temas?


 

 

Leia Mais
  • Publicado por: Gustavo Klein
  • Postado em: quinta-feira, 15 ago 2019 11:13
<< Página Anterior       Página Posterior >>
Sobre
Cinema, música, literatura, séries de tevê e muito mais. As últimas notícias. Entrevistas com quem faz cultura. As resenhas dos filmes em cartaz e das séries do momento. Os livros mais legais. Tudo isso e muito mais você encontra aqui, no Santa Cultura!