Sérgio Guedes fala em "legado" na Briosa e indica saída: "Entrego a camisa 'pesada'"


70 dias atrás
Por: Rodrigo Martins/#Santaportal - Em 07/04/2019 às 23:17
Sérgio Guedes fala em "legado" na Briosa e indica saída: "Entrego a camisa 'pesada'" Fabiano Roma/Santa Cecília TV

BRIOSA - Abatido pela eliminação nas quartas de final da Série A-2 do Campeonato Paulista, o técnico da Portuguesa Santista, Sérgio Guedes, deu uma entrevista coletiva em tom de desabafo na sala de imprensa do Estádio Ulrico Mursa. Emocionado, o treinador admitiu o sentimento de tristeza pela saída precoce da competição, após a sua equipe ter feito a segunda melhor campanha da primeira fase da A-2. Ele também admitiu que pode deixar o clube.

“Só podemos tirar coisas boas, pelas dificuldades que tivemos para fazermos as coisas caminharem. Foi necessária muita superação e também tivemos muita ajuda. Por isso, aproveito para fazer um agradecimento geral. Fica um sentimento de que poderia ter sido melhor, mas que fizemos tudo o que podíamos para que fosse melhor, disso eu não tenho a menor dúvida. Entrego o clube em outro patamar em relação a quando eu cheguei”, disse Guedes, deixando no ar uma possível saída do comando da Briosa.

“Hoje o clube é muito mais respeitado, tem um orçamento melhor e um futuro com melhores perspectivas. Vamos entregar essa camisa ‘pesada’. Quem vier nos substituir aqui, e isso eu falo não só de mim como dos jogadores, vai pegar essa camisa ‘pesada’. E isso é tudo o que a gente quer quando sai de um lugar. Fica um sentimento muito gostoso, muito bacana. A gente procura assimilar (a eliminação) porque quando não se atinge um objetivo parece que pouca coisa aconteceu, mas não é assim. Muita coisa boa aconteceu aqui. Existia o desejo de mais, porque era possível mais, só que o futebol é cheio de circunstâncias e nem sempre elas são favoráveis ou do jeito que a gente quer. Chegamos a um limite e às vezes quando você chega a ele, aparecem dificuldades extras e uma série de outras coisas. Agradeço a todos do clube, de todos os setores, porque valeu a pena”, afirmou.

Sérgio Guedes voltou para Ulrico Mursa no início de 2018 e conduziu o time ao vice-campeonato da Série A-3 do ano passado, conquistando o acesso para a A-2 do Paulistão desse ano. O técnico, que tem forte relação com a cidade desde os tempos de jogador – ele atuou pelo Santos e pela própria Portuguesa Santista –, não conteve as lágrimas ao falar da sensação de ter feito ajudado a Briosa a crescer.

“Eu tenho uma relação muito forte com a Portuguesa. Eu nunca vou deixar de estar aqui, nem que seja na arquibancada. Mas eu acho que precisam vir outras pessoas. É assim, o clube precisa seguir. É muito desgastante. Acho que foi feito tudo o que a gente podia fazer. Nós fizemos o melhor que poderíamos e é esse o sentimento”, explicou.

Com o futuro incerto, Guedes revelou o seu desejo de ver uma continuidade no trabalho por ele desenvolvido no clube. “Agora a gente descansa um pouco, mas é ruim ver jogos dos outros, sabendo que poderíamos estar ali. A gente vai vir melhor futuramente, de um jeito ou de outro a gente melhora. Não foi possível comemorar o acesso, mas o legado que eu vou deixar aqui é muito forte e espero que saibam usá-lo, porque não é para qualquer um”, concluiu.

LEIA TAMBÉM:
Briosa luta até o fim, mas fica no empate com a Inter de Limeira e é eliminada da A-2