Presidente da Briosa fala sobre CT, planejamento e expectativa para A-2


6 dias atrás
Por: #Santaportal - Em 07/11/2018 às 22:51

FUTEBOL - O presidente da Portuguesa Santista, Emerson Coelho, falou com exclusividade para a Santa Cecília TV sobre a expectativa para 2019. O dirigente abordou diversos temas importantes para o clube, como o CT da Briosa, a montagem do elenco, pré-temporada e a expectativa para a disputa da Série A-2 do Campeonato Paulista. Clique no vídeo acima e veja a entrevista completa com o repórter Fabiano Roma, para o Caderno Regional, da Santa Cecília TV.

Confira abaixo os principais trechos da entrevista:
CT da Briosa
O CT está pronto, na verdade ele está completamente pronto. Porém, como a gente plantou a grama no inverno, existe um atraso de enraizamento da grama. Mas isso já está sendo compensado agora, até com o clima que vem fazendo. A gente acredita que em 15 dias o elenco já vai poder treinar lá. O CT vai ter uma área de treinamento, o gramado tem medidas oficiais, vestiários novos, acomodação pra comissão técnica, área para treinamento de goleiros, área de lazer e estacionamento. Basicamente tudo o que é necessário para fazer o s treinamentos por lá e é muito bom porque vamos poder recuperar o gramado onde a gente joga, pois não vamos estar treinando aqui (em Ulrico Mursa). Além disso, a questão da concentração. Quando você treina dentro do clube temos a presença dos associados, lá não: você tem aquele espaço para treinar, os jogadores vão ter um pouco mais de paz e tranquilidade, além da concentração.

Chegada de reforços
Temos muitos jogadores novos. O Acleisson é um jogador bastante rodado (passou por Avaí, Botafogo-SP, Ferroviária, Mirassol e Portuguesa de Desportos, entre outros), veio o Raylan, veio o Luiz Eduardo (ex-São Paulo, Juventude e Gil Vicente-POR) e o Marlon (ex-Bragantino). O próprio Laionel, que jogou apenas duas ou três partidas na A-3, mas fez muita diferença, ele já retornou. O Wesley chegou hoje. Ainda estamos vendo algumas contratações. A questão dos goleiros ainda não foi acertada. Mas esse ano como começamos mais cedo, a gente sabe que tem um tempo maior. A gente procura errar o menos possível e erros podem acontecer. Mas a gente está procurando não se afobar para não errar. E o Sérgio (Guedes) já vem demonstrando de longa data que ele não é de errar. As coisas estão caminhando muito bem.

Pré-temporada
Os trabalhos já começaram, estão tendo treinamentos em dois períodos. O Sérgio não é de dar moleza. Ele colocou a reapresentação para quinta-feira, véspera de feriado, e ele colocou treino na quinta, na sexta, no sábado e não importava que era feriado prolongado. Ele disse que nós não temos direito disso (nesse momento). Agora não. Depois que acabar o campeonato, nós descansamos. A gente não desiste nunca e vamos atrás de conquistar o que a gente deseja, que é o acesso para a Série A.1.

Novo desafio na A-2
Os desafios são muito grandes, dá um frio na barriga porque vai começar tudo de novo. Eu costumo dizer que a A-2 é a Série A-1 sem os grandes. Vem uma competição muito difícil pela frente, com times muito bem montados e elencos muito fortes. Mas a gente tem consciência do que está fazendo, por isso a gente quis manter a mesma comissão técnica e a espinha dorsal inteira da equipe foi mantida. Mesmo os que não ficaram de imediato, nós fomos buscar de volta. (O torcedor) pode ter certeza de que vamos dar muito trabalho nesse campeonato. Nós estamos montando um time para subir. Se vai subir ou não, são outras circunstâncias porque o jogo é resolvido dentro de campo, porém nós estamos montando um time para subir. Está todo mundo alinhado, falando a mesma língua. É a mesma comissão técnica, os mesmos gerentes, a mesma diretoria e até mesmo os jogadores. Na verdade se formou um grande grupo de amigos, nós tivemos o prazer de receber quase todos esses jogadores de volta. É uma grande festa quando todos se encontram. Foi esse clima lá na A-3 que fez a diferença e o nosso pensamento é um só: colocar a Portuguesa no lugar de onde ela nunca deveria ter saído.

Calendário