Pixabay Pixabay

Respire longamente, você precisa disto!

Tantas vezes o dia parece curto para tudo que temos que fazer, os meses passam rápidos, já é agosto, passamos a metade do ano e num piscar de olhos já estaremos cantando Jingle Bell novamente. O tempo está voando! É esta a sua sensação?

Se a resposta for sim, breque o tempo dando espaço necessário para a sua saúde mental, para seu equilíbrio emocional, para cuidar de você. Se a resposta continua sendo: - não tenho tempo para isto, porque preciso levar filhos para a escola, depois tenho que ir ao banco, trabalhar, na academia, no cabeleireiro, levar o carro para revisão, etc etc etc, acredite, seu tempo vai voar e a vida vai passar sem que perceba, e quando se der conta, pode não adiantar mais.

Perceba que no meio das “possíveis desculpas” está academia, sim academia, mas isto não seria o tempo para cuidar de si próprio? Pode ser que sim, mas se o propósito é ir por obrigação, porque todo o mundo diz que fazer atividade física diária é necessária se quisermos viver por longos anos com qualidade de vida, ou porque está na moda, ou porque quer ficar com o corpo “sarado” como dos influencers digitais, quero crer que você está sendo escrava de uma situação imposta e isto não trará prazer, não será seu tempo, aquele breque, aquela fenda que te levará à paz interior, a sabedoria de conseguir por em linha tudo que precisa ser feito, e não se cobrar por aquilo que não foi possível fazer.

O que fazer, portanto? Muito pouco e simples, a simplicidade leva segundos ou até menos que isto. Uma pequena sugestão:

- INSPIRE pouco e EXPIRE profundamente, até não ter mais ar dentro dos pulmões – renove-se;

- RESPIRE fundo, respire várias vezes pensando na inspiração e expiração antes de sair da cama, você acordará mais feliz, mais confiante;

- RESPIRE fundo e profundamente quando acreditar que não conseguirá fazer tudo, ao retornar deste processo de respiração longa e consciente as respostas terão vindo através de insights e se não der mesmo tempo de fazer tudo, não se culpe, você fez o melhor;

- RESPIRE fundo quando sentir medo, tomar um susto, seu coração irá voltar à calma, os hormônios voltarão a se equilibrar;

- RESPIRE fundo quando as coisas boas do dia acontecerem, assim elas irão diretamente para o coração (até rimou) e armazenadas na nuvem da alma;

- “RESPIRAR é o 1º. e último ato de nossas vidas”- Joseph H. Pilates.

Um bebê INSPIRA e EXPIRA, pelas narinas, ao mamar nos seios de sua mãe, é onde ele se acalma, sorri, dorme e abraça instintivamente a quem lhe alimenta, não só com o leite, mas com amor, olhar terno, carinho e até mesmo a própria vida. Neste espaço de tempo, mãe e bebê pararam o tempo, colocaram todo o restante na linha e transformaram isto num momento deles, único.

Percebem? Tudo é questão de priorizar seu alimento, o alimento do seu interior, que te trará paz, que sem isto, você entrará na roda da vida incessante, das cobranças, exigências que a competitividade do mundo moderno traz consigo.

Pare agora, e descubra aquilo que te fará parar no tempo da paz interior e colocar ordem no restante que tem por vir.

Não tem tempo ainda? Então, ele já devorou sua essência de criança, retorne 5 casas deste jogo da vida e RESPIRE.

Respirar longamente e profundamente é cientificamente comprovado que traz inúmeros benefícios para sua saúde mental, física e emocional. Vamos viver bem, viver mais e se amar!

Grande abraço e uma enorme e profunda respiração!!!


blog2019852640980.jpg

 

 

Leia Mais
  • Publicado por: Elisabeth Victorazzi
  • Postado em: segunda-feira, 05 ago 2019 09:25Atualizado em: segunda-feira, 05 ago 2019 09:26
  • Respiração   importância   tempo   
Pixabay Pixabay

Alongar ou não alongar antes de treinar?.... Eis a questão!!!!

Qual a resposta para esta questão? A resposta é: - Depende!

Esta é uma questão muito polêmica há anos entre os profissionais de educação física, fisioterapeutas, das diferentes modalidades e linhas de atuação respectivamente.

Vamos, portanto, usar o racional e pensar juntos, vamos pensar sob o aspecto da “biomecânica” dos exercícios e da anatomia humana.

Se for fazer uma aula de flexibilidade, alongamento, yoga, onde precisará estar com seus ligamentos, tendões “acordados”, articulações, cartilagens entre outros, prontos para a atividade, a atividade que exigirá extensão intensa do corpo como um todo, a resposta é SIM.

Se for, correr, nadar, andar, andar de bicicleta, musculação, crossfit, treinamento funcional, HIIT, pilates, esportes de todas as naturezas, como vôlei, tênis de campo, entre outras a resposta é um grande, enorme NÃO.

O seu aquecimento deve ser de acordo com a atividade que irá realizar, deve ser específico para cada atividade física a ser realizada. P.ex. se for fazer na musculação exercícios para os membros superiores, comece com cargas leves, ou até nenhuma, mas já faça o movimento específico, o mais fácil, aquele movimento que te traz para a aula, te concentre. Isto vale para o HIIT, Crossfit, LPO (levantamento de peso olímpico). Só não use o espaldar para ficar puxando seus ombros, não serve para nada, só se fizer bem para o psicológico, mas isto não evitará lesões.

Se for correr, inicie com trote, aumentando a frequência cardíaca e preparando as articulações e a concentração para um movimento adequado, ou até mesmo, afundos, agachamentos. Se for fazer pilates, comece com exercícios que preparem os músculos, as articulações, aumente levemente a frequência cardíaca (pilates não é alongamento). Se for natação, inicie com os educativos, na pranchinha, só pernas, só braços, respiração, ou tiros longos mas com ritmo menos intenso.

Pense, se os músculos serão muito exigidos e eu alongar vai dar #ruim, como diz por aí hoje em dia. Os músculos irão precisar estar prontos para cargas, agachamentos, explosão, velocidade e aí alongou o músculo quando ele precisa de “tensão”. Se for jogar tênis que exige velocidade, muito trabalho de articulações, movimentos da coluna em todas as direções, o corpo que está precisando de agilidade, amplitude, não estará preparado. Pode ser que a curto prazo não sinta diferença, mas a médio e longo prazo as lesões estarão instaladas.

O mesmo para se terminar as atividades. Não há necessidade de alongar, você precisa continuar ativo, mas se for aulas relacionadas a isto, naturalmente isto acontecerá, até mesmo com a meditação.

Simples, não é? Agora você já sabe a resposta: - Depende! Como você irá aquecer seu corpo daqui para diante?

Uma coisa eu posso dar como diga para todos: - Acordou, se espreguice bem gostoso, bem longamente, isto ajuda muito.

Grande abraço, e muita alegria nesta semana que se inicia.

blog2019729185921.jpg

 

 

Leia Mais
  • Publicado por: Elisabeth Victorazzi
  • Postado em: segunda-feira, 29 jul 2019 08:19Atualizado em: terça-feira, 30 jul 2019 18:41
  • Alongamento   exercícios   dicas   
Pixabay Pixabay

Será verdade este ditado: “Mente Sã, Corpo São”?

Estudos científicos mais recentes comprovam o ditado romano milenar de Juvenal, onde ele relacionou um corpo saudável com uma mente saudável e vice-versa.

Todos sabemos que fazer atividade física regular é bom para o corpo, para a saúde, além claro de deixar o corpo mais bonito, uma estética mais bonita, mas as descobertas vão além, e chegam agora ao cérebro. Descobriram que a atividade física atua na neurogênese – o processo de desenvolver novos neurônios, bem como na produção de uma proteína chamada BDNF e IGF-1.

O BDNF é uma proteína de papel importante no desenvolvimento do sistema nervoso, responsável por fatores como o desenvolvimento, sobrevivência e diferenciação neural e sinapses. Além disso, o BDNF possui papel neuroprotetor em doenças neurodegenerativas e em casos de lesão cerebral.

O IGF-1 induz ganho de massa muscular, e também induz ganhos cognitivos.

O exercício físico também melhora a capacidade cardiorrespiratória, reduz a pressão sanguínea, diminuindo o risco de uma das patologias mais temidas, o acidente vascular cerebral (AVC).

Porém não é qualquer atividade física que traz estes benefícios para a mente, existem atividades físicas que podem ter um efeito negativo, quanto mais intensidade maior o estresse oxidativo. O exercício físico de alta intensidade pode acarretar em um quadro de fadiga sistêmica, levando tanto a queda do desempenho físico quanto ao cognitivo.

Quais são as atividades adequadas para a mente:

1. Exercícios aérobios de intensidade moderada, como caminhadas e corridas, são excelentes opções, mas não esqueça de usar um frequencímetro para manter a frequência cardíaca máxima em torno de 50 – 60%, acima disto ou próxima de 80% os efeitos já passam a ser negativos;

2. Exercícios de resistência como pilates e musculação (cuidado com a intensidade do treino) em dias intercalados são atividades físicas ideais;

3. Exercícios relaxantes como a Yoga, e o Tai Chi Chuan.

Concluindo, realizar exercícios em intensidade moderada, mantém a mente em constante aprendizagem e possuir desafios intelectuais são maneiras de manter a neurogênese e a mente saudável. Hoje em dia o exercício é considerado uma das principais formas de evitar e tratar as doenças neurodegenerativas e demências.

Veja um resumo dos benefícios destas atividades para a nossa mente:

1. Liberação de neurotransmissores (p.ex. noradrenalina, a endorfina, a dopamina, a serotonina – hormônios da felicidade);

2. Aumento do fluxo sanguíneo e da vascularização cerebral;

3. Aumento da plasticidade sináptica (neuroplasticidade – adaptação da mente a novas experiências);

4. Papel neuroprotetor e de neurogênese (protege e desenvolve neurônios);

5. Melhora da memória, cognição, aprendizado e velocidade de pensamento;

6. Melhora do humor;

7. Prevenção e tratamento para ansiedade e depressão;

8. Prevenção e tratamento para doenças degenerativas;

9. Ação antioxidante sistêmica (combate aos radicais livres, o envelhecimento).

Isto te convenceu a começar uma atividade física? Não precisa ser nada complexo, comece caminhando, vá ganhando condicionamento físico e aos poucos vá aumentando esta rotina. Imagina poder chegar aos 80, 90 ou mais anos com independência de movimentos e pensamentos lúcidos.

Uma ótima semana de caminhada a todos!


blog2019722275962.jpg

 

 

Leia Mais
Pixabay Pixabay

Labirintite: será mesmo?

Você sabia que apenas 5% das pessoas que relatam sentir tonturas, zumbido nos ouvidos, vômitos, sudorese excessiva, de fato tem labirintite? Isto mesmo, apenas 5%.

Este termo vem sendo utilizado de maneira indevida e, por consequência, o diagnóstico precipitado também, fazendo com que pessoas estejam sendo medicadas inadequadamente, e pior, farão isto para o resto de suas vidas porque estão atuando na consequência e não na razão.

Labirintite é uma doença extremamente rara, grave e se caracteriza pela inflamação do labirinto, uma estrutura do ouvido interno responsável pelo equilíbrio do corpo.

O que a maioria das pessoas chamam de labirintite, na verdade, pode ser um sintoma de pelo menos 300 doenças que acometem o pequeno órgão do ouvido interno (de distúrbios vasculares a erros de alimentação e tumores).

"O termo está sendo mal-usado. O correto é chamar os distúrbios do labirinto de labirintopatias”. O diagnóstico é fundamental para se chegar à cura e também para evitar complicações futuras. "O distúrbio do labirinto em crianças pode, mais tarde, ser a causa da enxaqueca", explica Mário Sérgio Lei Munhoz, chefe da disciplina de otoneurologia da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

Porém, o que menos importa é o nome dado, e sim, diagnosticar corretamente o que está causando os sintomas. Em alguns casos, o problema está na coluna cervical. Isto já diz muita coisa, não é?

Com o aumento da população com problemas na coluna, em função, principalmente da má postura, sedentarismo, bem como aumento de peso, problemas na coluna tornaram-se o segundo maior problema de afastamento das pessoas de seus trabalhos, e nesta analogia, quantas pessoas ao seu redor relatam ter labirintite? Não pode existir uma correlação entre elas, já que é uma das “doenças” do século?

Por que o problema pode estar na coluna cervical? Ao lado de nossa coluna vertebral passam artérias que levam sangue até o labirinto. Qualquer compressão óssea nesta região que altere o fluxo do sangue faz diminuir a irrigação do labirinto e com isto ele passa a não funcionar corretamente causando os sintomas de tontura, vômito e sudorese, principalmente.

Percebem que tomar o remédio para labirintite será ineficiente? Neste caso, a pessoa precisa fazer um tratamento específico para a coluna, como fisioterapia e atividades físicas que fortaleçam e devolvam a movimentação da coluna cervical, como p.ex. pilates.

Este é um tema altamente preocupante, porque há algum tempo muitos diagnósticos de labirintite vêm sendo dado sem a devida investigação. Para o caso da coluna cervical, basta um raixo X ou ressonância magnética para saber se a causa pode ser esta.

Outra responsável pelo que se chama "labirintite", na faixa dos 20 aos 45, é a doença de Ménière. Por causa de infecções virais, alergias, distúrbios do metabolismo entre outros fatores, há uma concentração de líquido dentro do labirinto. A pressão faz o paciente sentir que o ouvido está sempre tapado além de provocar tonturas, náuseas e suor frio.

Agora que você já sabe que podem ser outras as razões destes sintomas, procure investigar melhor para ter o diagnóstico correto e realizar o melhor tratamento.

Um grande abraço a todos e ótima semana e final de semana! Aproveitem para caminhar por parques e praias, como frutas, legumes e beba muita água. Sua alma, mente e corpo irão te agradecer para sempre.


blog20197111812720.JPG

 

 

Leia Mais
  • Publicado por: Elisabeth Victorazzi
  • Postado em: quinta-feira, 11 jul 2019 09:15Atualizado em: segunda-feira, 15 jul 2019 09:03
  • Labirintite   doença   dúvida   
Pixabay Pixabay

Por que a atividade física é muito mais importante após os 40

Existe um provérbio latino muito conhecido que diz: “mens sana in corpo sano”. É uma famosa citação latina, derivada da Sátira X do poeta romano Juvenal e presume-se entre 509 a.C. – 27 a.C. e ainda nos dias de hoje acredito ser uma das melhores sínteses da representação, do que chamamos de Qualidade de Vida.

Atividade física representa ter um aumento do fluxo sanguíneo pelo seu corpo. O sangue é o responsável por levar o oxigênio para seu coração, seu cérebro, seus músculos. Imagine seu corpo inteiro sendo beneficiado pela troca do gás carbônico por oxigênio novo, limpo e renovado.

Atividade física faz você ter sede, e ao tomar água você estará alimentando as células do seu corpo. Uma pessoa saudável contém, em média, 60% de água distribuída pelo interior das células, tecidos e circulando pelas veias e artérias e ajudando na formação do sangue.

Não é só isto: a água é responsável por transportar nutrientes como vitaminas, proteínas, carboidratos e sais minerais. A água também purifica nosso organismo, pois é ela que transporta a uréia filtrada pelos rins. Ela regula nossa temperatura, sem ela nós esquentaríamos absurdamente.

Quanto mais amadurecemos, mais consciência e cuidado devemos ter nesta equação que é: Qualidade de Vida = Oxigenação + Hidratação. Nosso organismo vai modificando suas formas, seu metabolismo, sua velocidade de ação e reação. Nosso corpo precisa de nossa atenção redobrada com o passar dos anos.

Isto quer dizer que, se a Atividade Física, pela sua natureza, oferece a Oxigenação e a necessidade da hidratação, podemos então definir que: Qualidade de Vida = Atividade Física e, se após os 40 precisamos redobrar nossa atenção, isto quer dizer que precisamos de (Atividade Física)².

Conclusão: Qualidade de Vida para Pessoas com mais de 40 = (Atividade Física Regular)²

Mas não para por aí os benefícios de se praticar uma Atividade Física Regular, abaixo selecionei 10 deles para vocês:

1. Maior disposição física

2. Agilidade mental (importante para se manter competitivo no Mercado de Trabalho)

3. Liberdade de mobilidade ou mobilidade plena.

4. Melhora da performance sexual

5. Prevenir, controlar ou amenizar doenças degenerativas como a diabetes, arteriosclerose, hipertensão, as doenças cardíacas e da coluna vertebral, além de câncer (cancro), Mal de Alzheimer, reumatismo, esclerose múltipla, artrite deformante, artrose, glaucoma, coluna, cabeça, e membros.

6. Fazer novos amigos/Grupos de interesse

7. Manter a massa magra (músculos)

8. Força e flexibilidade

9. Diminuição/Controle do stress

10. Melhora da autoestima

Portanto, pratique uma atividade física regular, oxigene e nutra seu corpo. O resultado é rápido e só fará despertar mais interesse e conhecimento nesta área.




blog201978595899.JPG

 

 

Leia Mais
<< Página Anterior       Página Posterior >>
Sobre
Muito mais importante do que remediar é prevenir. Em saúde, este assunto é ainda mais importante. Aqui neste espaço você vai encontrar textos de gente que entende do assunto e promoção de uma vida saudável, no corpo e na mente.